O violonista e compositor brasileiro Yamandu Costa será a primeira atração da 21ª edição dos Concertos Astra-Finamax neste sábado, 7, às 20h30, no Teatro Polytheama.

Considerado uma das maiores referências mundiais do violão de sete cordas, Yamandu reflete em suas apresentações verdadeira paixão por seu instrumento e pela arte. Resultado disso são performances impecáveis, que transmitem ao público uma sensibilidade musical única.

Em sua apresentação em Jundiaí, o músico apresentará um repertório eclético, com variações que fixarão a atenção da plateia.

Violonista e compositor nascido em Passo Fundo em 1980, Yamandu começou a estudar violão aos 7 anos de idade com o pai, Algacir Costa, líder do grupo “Os Fronteiriços” e aprimorou-se com Lúcio Yanel, virtuoso argentino radicado no Brasil. Até os 15 anos, sua única escola musical era a música folclórica do Sul do Brasil, Argentina e Uruguai.

Depois de ouvir Radamés Gnatalli, ele começou a procurar por outros brasileiros, tais como Baden Powell, Tom Jobim, Raphael Rabello entre outros. Aos 17 anos apresentou-se pela primeira vez em São Paulo no Circuito Cultural Banco do Brasil, produzido pelo Estúdio Tom Brasil, e a partir daí passou a ser reconhecido como músico revelação do violão brasileiro.

Um dos maiores fenômenos da música brasileira de todos os tempos, o jovem Yamandu confirma e merece todos os elogios que recebe quando toca seu violão. Sozinho no palco, é capaz de levantar em êxtase platéias das mais especializadas e de emocionar o grande publico aos mais apurados ouvidos. Suas interpretações performáticas conseguem remodelar cada música que ele toca e revela uma profunda intimidade com seu instrumento.

Todo reconhecimento que recebe é apenas um reflexo do que ele leva ao seu público, recriando a magia da música em seu toque, passando pelo seu corpo e transformando-se quase milagrosamente. Yamandu toca de choro a música clássica brasileira, mas também é um gaúcho cheio de milongas, tangos, zambas e chamamés.

Um violonista e compositor que não se enquadra em nenhuma corrente musical ele é uma mistura de todos os estilos e cria interpretações de rara personalidade no seu violão de 7 cordas. Yamandu faz jus ao significado de seu belo nome “o precursor das águas”.

Considerado um dos maiores talentos do violão brasileiro, Yamandu Costa é uma referência mundial na interpretação da nossa música, a qual domina e recria a cada performance, inclusive em suas composições.

Quem o vê no palco percebe seu incrível envolvimento, sua paixão pelo instrumento e pela arte. Sua criatividade musical se desenvolve livremente sobre uma técnica absolutamente aprimorada, explorando todas as possibilidades do violão de 7 cordas, renovando antigos temas e apresentando composições próprias de intenso brilho, numa performance sempre apaixonada e contagiante.

Revelando uma profunda intimidade com seu instrumento e com uma linguagem musical sem fronteiras, percorreu os mais importantes palcos do Brasil e do mundo, participando de grandes festivais e encontros, vencedor dos mais relevantes prêmios da musica brasileira. Em 2010, o CD Luz da Aurora com Hamilton de Holanda foi indicado para o Grammy Latino.

Yamandu Costa – Mafuá from Rafael Saar on Vimeo.

Ingressos

Ingressos a R$ 10,00 no Teatro Polytheama ou através do site www.ingressorapido.com.br. O total arrecadado com a venda de ingressos será revertido à Fundação Casa da Cultura, ao Instituto Luiz Braille e ao Coral Infanto-Juvenil Pio X, todos de Jundiaí.

A Vida e obra de Yamandu Costa disponível em um só lugar
Instale o aplicativo, disponível para IOS e Android, tenha acesso à toda sua obra e acompanhe a carreira de um dos maiores violonistas da atualidade.

Link para IOS: https://goo.gl/4t1dCw

Link para Android: https://goo.gl/31g1Ny

Comentários não permitidos.