Como os Campos de Restauração de Ecossistemas podem reverter o processo de degradação da Terra

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram

O processo de destruição do planeta pode ser revertido? Essa é a principal pergunta a ser respondida. E uma das respostas possíveis está nos Campos de Restauração de Ecossistemas, uma rede planetária idealizada pelo documentarista e ecologista chinês-americano John Dennis Liu.

Campos de Restauração de Ecossistemas chegam ao Brasil

A rede, fundada em 2017, com o primeiro acampamento nas estepes altas do sudeste da Espanha, tem presença em todos os continentes, e, em 2020, chega ao Brasil com o projeto Acampamento Fazenda do Futuro, em Casesara, no Tocantins.

O objetivo do  Acampamento Fazenda do Futuro, segundo a organização, é apoiar a criação de uma comunidade vibrante de agricultores, com cerca de 800 famílias, para criar meios de subsistência por meio da restauração de ecossistemas e agricultura-aquicultura regenerativa.

No Acampamento Fazenda do Futuro, o trabalho será transformar uma antiga fazenda de gado em um protótipo de fazenda regenerativa.

Segundo John D. Liu, o objetivo dos Campos de Restauração de Ecossistemas vai além da restauração na Natureza em si. Trata-se de uma restauração dos valores fundamentais da vida em sociedade e na construção de uma forma mais equilibrada de vida.

Os participantes do projeto brasileiro poderão explorar inovações que funcionarão na região do Cerrado Amazônico, protegendo e restaurando o ecossistema Amazônia-Savana.

Bem como desenvolver novos negócios com base em modelos de agricultura regenerativa. Sociocracia, Permacultura, Harmonia com a Natureza são termos-chave associados à Fazenda do Futuro.

Oportunidades para campistas

A fazenda está procurando estudantes, pesquisadores e desenvolvedores de negócios para trabalhar, estudar e coletar dados. Essas atividades apoiarão o acampamento a desenvolver essas formas novas e integradas de sistemas alimentares regenerativos e como viver em comunidade.

As oportunidades para outros campistas estão sendo desenvolvidas e serão publicadas em abril de 2020.

Campos de Restauração de Ecossistemas
Fazenda do Futuro, ainda em estágios iniciais de desenvolvimento

O que esperar do Acampamento Fazenda do Futuro?

O  Acampamento Fazenda do Futuro está em seus estágios iniciais de desenvolvimento, segundo explicam os organizadores. Por enquanto, os participantes ficarão em tendas na fazenda. No futuro, serão organizadas hospedagens com a população local.

Visão e contexto socioeconômico

O Acampamento Fazenda do Futuro quer construir uma rede de famílias rurais locais que trabalhem com sistemas agroflorestais e de produção integrados. Sua visão é construir comunidades locais vibrantes, onde os jovens queiram ficar, além de melhorar o relacionamento dos agricultores com a Floresta Amazônica.

Melhorar as técnicas agrícolas e pesquisar maneiras de cultivar alimentos de forma regenerativa que funcionem bem nos biomas da floresta tropical é, segundo os organizadores, a central para a missão da Fazenda do Futuro.

O objetivo é ter um impacto na escala regional da Amazônia-Savana, garantindo que esse impacto seja sustentável, através do desenvolvimento de novos modelos de negócios que combinem produção de alimentos e materiais, mitigação do clima e manutenção de áreas naturais fortes.

Cerca de 6.000 pessoas vivem na área. A localização de 500 hectares era uma fazenda de gado. As fazendas vizinhas produzem soja. A degradação do solo está ocorrendo e a invasão de áreas naturais (a floresta) é crescente.

Este acampamento é um centro para aprender com a sabedoria ancestral e os povos indígenas e integrá-lo à comunidade local e aos assentamentos vizinhos por meio de educação e oportunidades de emprego.

Isso será feito ao criar corredores de biodiversidade para conectar o Parque Estadual de Cantão, a fim de permitir o fluxo da flora e fauna nativas, como as onças ameaçadas, os golfinhos do rio Araguaia e as lontras.

Você pode se inscrever aqui
https://ecosystemrestorationcamps.org/camp-farm-of-the-future/

Campos de Restauração de Ecossistemas
Campo Altiplano, na Espanha. O primeiro da rede

Quase três quartos do solo de nosso planeta está degradado. A degradação é exacerbada por técnicas agrícolas insustentáveis.

Mas podemos retroceder, para que a vida volte.

Nas últimas décadas, foram desenvolvidas novas técnicas agrícolas sustentáveis ​​que podem substituir a abordagem insustentável que usamos na agricultura. A rede chama isso de restauração do ecossistema e agricultura regenerativa.

Dessa forma, explicam os idealizadores do projeto, é possível restaurar a função natural básica das terras degradadas, para que a agricultura possa retornar.

Temos o conhecimento, as ferramentas e a experiência para reverter a destruição ecológica em escala global.

Ao usar a abordagem prática e a ação direta, os Campos de Restauração de Ecossistemas, transformam  paisagens degradadas em ecossistemas biologicamente diversos que proporcionam vida e criam um futuro saudável para o planeta.

O que são Campos de Restauração de Ecossistemas?

Organizações, agricultores e comunidades que restauram terras podem integrar o conceito do Campo de Restauração do Ecossistema ao seu trabalho.

O que são Acampamentos?

Os habitantes locais (agricultores, proprietários de terras e outras pessoas que moram em uma área) se juntam para discutir o que desejam fazer para restaurar a terra onde vivem ou implementar técnicas agrícolas regenerativas.

As conexões são feitas com especialistas e conhecimentos de todo o mundo, seja em outros campos que lidam com questões semelhantes ou no Conselho Consultivo da organização.

Com esses especialistas, são feitos planos que irão funcionar.

As pessoas podem se encontrar para trabalhar no plano de restaurar suas terras e restaurar seus ecossistemas naturais.

Pessoas de todo o mundo pode participar dos Acampamentos, e ajudar no trabalho, levando seus próprios conhecimentos e, ao mesmo tempo, aprendendo.

É gerado conhecimento sobre a restauração do ecossistema e a agricultura regenerativa que pode ser compartilhada com todos os que desejam aprender.

Os campistas se reúnem para cultivar e plantar plantas nativas e produtoras de alimentos, criar estruturas de captação e retenção de água, reconstruir a saúde do solo, coletar sementes e geralmente aprender sobre a terra ao seu redor.

O que os campos fazem?

Torna os solos permeáveis: a água atravessa o solo e não corre mais sobre ele, causando erosão.

Reduz a velocidade da água correndo ladeira abaixo, através da construção de valas e outras técnicas de captação de água. O benefício adicional: impede que o solo superficial seja lavado.

Devolve a matéria orgânica ao solo, estimulando o ressurgimento de sua micro-vida, que retira o carbono da atmosfera.

Planta espécies endêmicas naturais e de plantas produtoras de alimentos. Um ecossistema forte possui zonas onde pessoas, economias e natureza prosperam juntas.

Campos de Restauração de Ecossistemas
Campo Altiplano é exemplo de recuperação de área degradada pela agricultura

O que os acampamentos trazem às áreas locais e ao planeta?

Segundo os idealizadores do projeto, os Acampamentos trazem diversos benefícios para o meio ambiente e sociedade:

1. Os acampamentos ajudam a seqüestrar carbono nas plantas e no solo, contribuindo para mitigar as mudanças climáticas globais.

2. Acampamentos transformam o ambiente em locais fisicamente mais frescos, um efeito da vegetação no solo, diminuindo as temperaturas e criando microclimas mais saudáveis.

3. Os acampamentos ajudam a criar lugares onde a biodiversidade – espécies vegetais e animais – não são mais ameaçadas de extinção, mas podem prosperar e manter um sistema natural robusto e uma forte rede local de vida.

4. Os acampamentos ajudam a restaurar os ciclos hidrológicos: enchem os córregos e rios com água e, quando a zona é grande o suficiente, permite que chova novamente.

5. Os acampamentos restauram e constroem meios de subsistência sustentáveis. Através de técnicas agrícolas regenerativas e dentro de ecossistemas saudáveis, as pessoas e suas economias podem prosperar.

6. Os acampamentos fornecem um suprimento estável de alimentos: a agricultura regenerativa em ecossistemas saudáveis ​​aumentará significativamente a produção alimentar de terras.

7. Os acampamentos revitalizam comunidades e sociedades, trabalhando juntos e construindo um futuro sustentável.

8. E, ao colaborar com pessoas de todo o mundo, os campos estão construindo uma forte comunidade global e um lar para todos viverem bem e prosperarem.

Sobre os acampamentos de restauração de ecossistemas

A Ecosystem Restoration Camps Foundation é uma fundação holandesa sem fins lucrativos, com centenas de membros de mais de 30 países ao redor do mundo, e que continuamos a crescer.

Em 2017, estabeleceu o Camp Altiplano, o primeiro acampamento de restauração de ecossistemas da Espanha, e agora tem acampamentos em todos os continentes. O objetivo da Fundação é abrir 100 campos até 2030.

O Camp Altiplano é o primeiro acampamento nas estepes altas do sudeste da Espanha. Um ecossistema semi-árido que foi severamente degradado pelo desmatamento, agricultura industrial, exploração de água e mudanças climáticas.

Apóie o jornalismo independente

O Oa é financiado por seus assinantes. Não aceitamos conteúdo pago ou publicidade através de banners. Essa é a maneira que escolhemos de manter nossa independência e, assim, fazer jornalismo de qualidade com isenção e autonomia. Junte-se a nós.