Otto Maximiliano Pereira de Cordeiro Ferreira: “Muita calma nessa hora tão raivosa”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Otto Maximiliano Pereira de Cordeiro Ferreira, conhecido apenas como Otto, (Belo Jardim, 28 de junho de 1968) é um cantor, compositor, percussionista e produtor brasileiro.

É integrante do Movimento Humanos Direitos, diz a Wikipedia.

Otto toca nesta sexta-feira, 3, de graça na área de convivência do Sesc, às 20h30.

Ao longo de quase três décadas de estrada, o cantor, percussionista e compositor pernambucano experimentou diversos estilos – do maracatu ao brega, passando por manguebeat, samba, rock, eletrônica e além – criando uma sonoridade peculiar.

Agora, em sua nova turnê, ele celebra seus principais sucessos.

O repertório do show vai percorrer toda a elástica sonoridade de Otto passando pelas canções de seu aclamado álbum ‘Samba pra Burro’ (1998), primeiro álbum após sua saída da banda Mundo Livre S/A, e chegar ao seu mais recente trabalho ‘Ottomatopeia’ (2017), eleito o 14º melhor disco brasileiro de 2017 pela revista Rolling Stone Brasil.

Otto por Otto

Existe uma porta que abre. O sofrimento faz parte da superação. Da vida … o combate é a busca da paz. Ganha o mais verdadeiro , o mais simples. Sempre vence a paz e os bad. Sempre voltaram pra cova que lhes cabem. Ganha a atitude mais honesta, humilde e civilizada. Vencem os que aguentam, que enfrentam os piores obstáculos. Seres de paz e de bondade. Seres do povo, como todo ser humano no universo. A sabedoria não perde, não geme nem sente dor. O pensamento evolui mesmo… espacial, intergalático e humano.

Um fala em amar o outro solidão, um só quer sonhar o outro exatidão, um quer nadar o outra se afogar, um quer viver o outro quer sofrer, um quer somar ou outro investir, um que chegar o outro que partir, um quer morar o outro que sair, o ser humano é assim tão livre é tão preso tão certo é tão louco. Afoito, selvagem, gentil … muita calma nessa hora tão raivosa poupe sua luz . Reconecte-se com a sua liberdade. Tenha muita paciência e paz. Bom dia que tão noite vira.

 

Fechar Menu