França tem recorde de temperatura com 45,1°C e escancara a emergência climática

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest

A França atingiu nesta sexta-feira (28) o recorde absoluto de altas temperaturas com os 45,1°C registrados em Villevieille, cidade do sul do país, região que está sob alerta vermelho.

Os 45,1°C foram confirmados pela agência meteorológica Méteo-France às 14h59 (horário local, 9h59 de Brasília).

Esse é o grande fato da semana, do ano, dos últimos muitos anos.

Embora o Brasil esteja especialmente sendo atingido por uma onda de falta de noção e completo desrespeito pelos princípios básicos de educação e vida em sociedade, a Emergência Climática é ainda mais importante.

Onda de Calor

Uma onda de calor atinge a Europa com temperaturas que chegam a 40 graus. Entre as áreas mais afetadas estão a Espanha, a França e países da Europa central.

A massa de ar quente, procedente do Norte da África, provoca o calor. Apesar de ser verão, essas temperaturas são incomuns nesta época.

Emergência climática

Embora eventos extremos como esse possam ocorrer naturalmente, especialistas afirmam que as ondas de calor ocorrerão mais frequentemente por causa da emergência climática.

Segundo Stefan Rahmstorf, professor da Universidade de Potsdam, desde 1500 os cinco verões mais quentes registrados na Europa ocorreram no século 21, em consequência do aumento da temperatura média da Terra.

Rahmstorf disse ainda que as ondas de calor são resultado do aumento das emissões de gases de efeito estufa. Ou seja, causados pelo estilo de vida dos humanos.

 

Fechar Menu